Ilha do Pico, ilha dos Prazeres

Destino Turístico de Qualidade Ímpar

Pela sua beleza natural, pelas deslumbrantes paisagens, pela sua Montanha, pela sua gastronomia, pelas suas festividades, pelas tradições; pelas suas gentes.

Pelo contacto com a natureza, pela exuberante flora, e fauna (baleias, golfinhos, milhafres pombos, garajaus e cagarros), pela aventura ou simplesmente para relaxar.

Por estas e muitas outras razões,
o Pico merece a sua visita!

A Ilha do Pico é a segunda ilha do Arquipélago dos Açores em extensão, com 447 Km2. Mede 42 km de comprimento e 15 km de largura. Deve o seu nome a uma majestosa montanha vulcânica, a Montanha do Pico, que domina tudo em seu redor.

Subir os seus 2351m de altitude, o ponto mais alto de Portugal, é promessa de pura aventura e enorme recompensa.

Siga este link: Férias no Pico? O que esperar

Montanha do Pico
Green Lodging Award
Ilha do Pico, uma das 20 melhores ilhas do mundo para se vive
“Ilha do Pico, uma das 20 melhores ilhas do mundo para se vive”
Açores, segundas melhores ilhas do Mundo para turismo sustentado
“Açores, segundas melhores ilhas do Mundo para turismo sustentado”
Açores, um dos destinos mais singulares do mundo
“Açores, um dos destinos mais singulares do mundo”
Paisagem Vulcânica do Pico, Maravilha Natural de Portugal
“Paisagem Vulcânica do Pico, Maravilha Natural de Portugal”
Açores, um dos 10 melhores destinos mundiais para whalewatching
“Açores, um dos 10 melhores destinos mundiais para whalewatching”
Vinha do Pico, Património Mundial da Humanidade
" Vinha do Pico, Património Mundial da Humanidade"

Ilha do Pico



'Uma das melhores vinte ilhas do Mundo para se viver'

Revista Islands, 2007

Ilhas do Triângulo

Como o Pico, não há outro lugar
na terra igual.


Descobrir-lo e o Triângulo dos Açores vale sobretudo pela sua diversidade em oferta paisagísticas: Vulcão dos Capelinhos, Fajãs de São jorge ou Montanha do Pico são exemplos. Muito há a descobrir!

Distando 8,3 quilómetros do Faial e 15 km de São Jorge, forma com estas ilhas um triângulo acessível e irresistível. É um convite/desafio permanente para quem pernoita na ilha do Pico, visitar as ilhas que lhe estão em frente.

Ficar no Pico é uma mais-valia para o nosso visitante que tem ao seu dispor a centralidade da ilha.

Todos os dias há ligações aéreas regulares com Lisboa pelos aeroportos das Ilhas do Faial , Terceira e Ponta Delgada e um por semana directo para o aeroporto do Pico.

voos charters que ligam várias cidades da Europa com os Açores.

Veja um resumo do episódio de "No Reservations" nos Açores

Várias ligações diárias, quer marítimas quer aéreas, permitem facilmente visitar outras ilhas dos Açores e assim usufruir das suas paisagens e vivenciar com as suas gentes e costumes.

Com cerca de 15 000 habitantes, distribuídos por três concelhos, a Ilha do Pico possui ligações aéreas diárias e directas, com as ilhas de São Miguel e Terceira, com um tempo médio de voo de cerca de 35 minutos e, a partir destas para todas as ilhas do Arquipélago. O Pico tem ligações aéreas directas com Lisboa, uma vez por semana no Inverno e duas no Verão.

Dotada de vastas superfícies de elevado valor natural e cultural, a ilha do Pico possui 22 áreas protegidas, que ocupam cerca de 26% da sua área territorial, incluindo a Paisagem Protegida da Vinha, classificada em 2004 pela UNESCO como Património da Humanidade, em memória e celebração das muitas gerações de picoenses que teceram o basalto negro da lava queimada e encordoada, numa malha de currais de vinha de onde brotaram as uvas que deram origem a um vinho que, qual néctar precioso, foi servido e apreciado nos melhores salões da Europa e do Brasil.